quarta-feira, 22 de fevereiro de 2017

Projeto Sampler 2017 - BLOCO 2

Bom dia e boa quarta-feira para todos!

Hoje é dia de bloco novo, e dia de aprendermos algumas jogadas interessantes. Prontas? Vamos lá!

Este é nosso bloco da semana. Ainda sem triângulos, mas com um número maior de quadradinhos e alguns encaixes mais elaborados.

Definindo o cálculo do bloco:

Ele está montado em uma grade de 8 x 8 quadradinhos; como o bloco precisa medir 8 polegadas, cada quadradinho da grade imaginária valerá uma polegada.

Então:
  • Os quadrados identificados com a letra C medirão 4 polegadas; corte com 4 ½”. Como essas peças são maiores, você pode usar uma estampa um pouco mais elaborada, em tom médio. Corte duas peças. Reserve.
Você deve estar imaginando, corretamente, que na sub-unidade com os quadradinhos azuis as peças devem medir:

  • quadradinho maior: 2 polegadas;
  • quadradinhos menores: 1 polegada;
  • retângulos: 2 x 1 polegadas
MAS...

...nós não vamos cortar essas peças; vamos empregar uma técnica esperta chamada strip-piecing – ou “montagem através de tiras”.

Você vai montar dois conjuntos de tiras diferentes, e desses conjuntos cortará "fatias" para montar sua peça:

Strip-piecing A:

Strip-piecing B:

NÃO ESQUEÇA: Passe todas as margens de costura das 
peças acima em direção ao tecido colorido. 

Agora vamos à montagem:

Comece unindo duas fatias A com uma fatia B,como mostra a ilustração; como você foi esperta e no passo anterior já passou todas as margens em direção ao tecido mais escuro, agora elas vão todas encaixar certinho:

Monte duas peças; a cada uma, você vai acrescentar um quadrado C - aquele que você cortou em tecido estampado e reservou:

Monte duas vezes, passando as margens de costura em direção ao quadrado C. Agora una essas duas peças:

Missão cumprida. Parabéns!

Agora, uma pergunta valendo dois pontos extras na média final (brincadeira!):


Ao montar os strip-piecings, está especificada acima a largura das tiras; e o comprimento? Qual deve ser?

Guarde essa:

Por exemplo: no caso do bloco acima; precisamos de 4 fatias A, e cada uma deve ser cortada com 1 1/2; então as tiras precisam medir no mínimo 6". Eu digo "no mínimo" porque na verdade a gente nunca deve preparar o strip-piecing exatamente no tamanho necessário. Vai que na hora de fatiar a régua escorrega, ou a gente erra na medida... Não viva perigosamente - use tiras mais compridas do que  necessário!

Já no caso da peça B, precisamos de duas "fatias" medindo 2 1/2"; então o strip-piecing precisa medir pelo menos 5 polegadas.
Agora: bacana mesmo é quando a gente precisa confeccionar muitos blocos: no caso do bloco acima, se precisássemos de 36 blocos, seria necessário cortar 144 fatias A; aí é que o strip-piecing compensa e agiliza muito o trabalho: bem mais rápido e eficiente do que ficar costurando ziliões de quadradinhos e retangulinhos.

Como vamos montar um bloco só, nem compensa tanto usar a técnica; mas eu quis ensinar o strip-piecing porque isso espanta o "bicho-papão" que assombra muita gente: quando uma pessoa leiga vê uma peça em patchwork, normalmente se assusta com a quantidade enorme de pedacinhos; mas a verdade é que existem inúmeros truques para chegar naquele resultado sem lidar com o que eu chamo de "estrogonofe": tudo picadinho!


Temos feriadão esta semana, então que tal um desafio? Faça mais peças! Com três ou quatro blocos você monta um centro ou caminho de mesa. Saca só:





Na quarta-feira de cinzas tem bloco novo. Bom carnaval e boas costuras!

terça-feira, 21 de fevereiro de 2017

AULA RELÂMPAGO: Bloco Mandala

LEMBRETE: Uma lição com o título de "aula-relâmpago" é voltada para alunas e ex-alunas do ateliê - pessoas já familiarizadas com meu método e terminologia. Se você é novata ou nunca foi aluna do ateliê, procure as lições numeradas: são lições básicas direcionadas a qualquer pessoa - mesmo quem nunca aprendeu patchwork. Acompanhe também o Projeto Sampler 2017 - ele acaba de começar e vai ensinar muitos segredos!

Bom dia!

Adoro quando encontro um bloco que me mostra uma nova possibilidade! No patchwork a gente comete todo tipo de sandice - cortamos um tecido picadinho, para depois juntar pedaços; às vezes costuramos para depois descosturar - como na técnica Bargello; outras vezes costuramos uma peça, depois riscamos e cortamos em pedaços, depois costuramos de novo - como na técnica Dança dos Quadrados.

O bloco que vou ensinar agora apresenta uma sandice a mais: montamos uma sub-unidade para depois cortá-la!

O bloco está montado em uma grade de 20 x 20 quadradinhos, onde cada quadradinho vale meia polegada:


Confeccionaremos então o bloco medindo 10 polegadas. É um bloco com proporções fora do padrão (as subunidades terão tamanhos diferentes), mas bem fácil de costurar - apesar de pedaçudo. Estas são as partes - ou sub-unidades - que o compõem:

Peça A: mede 3 polegadas.
  • Corte um quadradado em coringa medindo 3 1/2" (1x);
  • Quebre os cantos com quadradinhos cortados com 1 1/2", em tecido escuro (4x)



Peça B:

Esse é o mistério deste bloco!
  • Monte quadripartidos de 3 polegadas; ou seja, você vai precisar de quadrados medindo 4 1/4": 1x no tecido escuro, 2x no tecido médio e 1x no coringa.
  • Depois de prontos os 4 quadripartidos, você vai precisar cortá-los! Repare que a peça B é retângular: ela tem a largura da peça A, mas a altura da peça C, que é menor! Na verdade, sua altura é apenas 2 polegadas. Então você vai precisar cortar os quadripartidos prontos como mostra a ilustração acima, deixando as peças com 2 1/2 de altura.


Peça C:
  • Monte 4 bipartidos de 2 polegadas; para isso você vai precisar de quadrados de 2 7/8: 2x no coringa, 2x na cor média.
  • Depois de prontos os bipartidos, quebre os cantinhos sobre os triângulos na cor média; para isso, você vai precisar de 4 quadrados de 1 1/2, na cor escura.



Peça D:

Parece um ganso, mas não é!
  • Você vai precisar costurar duas tiras medindo 1 1/4 x 3 1/2; corte portanto 4 tiras na cor média e 4 tiras na cor escura. Monte quatro peças.
  • Em seguida, quebre os dois cantos dessas peças, simulando gansinhos; para isso, você vai precisar de 8 quadrados de 2" no coringa.

Peças complementares:

Corte, no tecido coringa:

4 retângulos de 2 x 2 1/2"
4 retângulos de 2 x 4"



Agora é só montar tudo como mostra a ilustração. divirta-se! Esta é uma bela versão deste bloco confeccionada por minha aluna Milene Oppermann:


E aqui, outra versão - feita pela Daniela Azevedo, minha aluna de Santa Rita do Sapucaí: 


Você conhece outra situação em que cortamos sub-unidades depois de prontas? Compartilhe com a gente! E se fizer o bloco ensinado aqui, envie a foto para a gente postar.

Por hoje é isso. Amanhã tem bloco novo do sampler. Até lá!

quarta-feira, 15 de fevereiro de 2017

Está dada a largada! Projeto Sampler 2017 - Bloco 1

Olá!

Vamos começar?

A partir de hoje, todas as semanas, um bloco diferente!

Vamos começar com blocos bem simples, e a dificuldade vai aumentando aos poucos; aliás, eu nem diria "dificuldade": o certo seria complexidade - mais peças em um mesmo bloco, mais formas novas de encaixe, mais técnicas sendo praticadas, e por aí vai.

Mas antes do bloco, algumas não-regras para participar do projeto:
  • Você não precisa ser aluna do ateliê;
  • Você não é obrigada a participar até o fim;
  • Você não precisa confeccionar todos os blocos;
  • Você não será obrigada a doar um bloco no fim do projeto, como explicado na postagem anterior (mas se desejar doar ficaremos muito felizes);
  • Se não for aluna do ateliê, você não precisa trabalhar sozinha: que tal reunir um grupo de amigas e fazer um projeto em grupo? 
A única regra de verdade é: divirta-se! Mas se topar o desafio de costurar todos os blocos, garantimos que você vai aprender muito.




E lembrando: você não está sozinha nisso; mesmo que more longe, ofereceremos apoio em qualquer dificuldade, da forma que for possível: vídeo, áudio, telefonema, troca de mensagens, etc. Para isso, não deixe de se juntar ao grupo que estamos criando no whats app especialmente para isso. Envie uma mensagem para (35) 99931-3279 e solicite sua inclusão. Tudo gratuitamente!

E vamos ao  bloco 1!

Eu sempre vou mostrar cada bloco novo desta forma: esquema do bloco, esquema com letras identificando cada peça, e esquema com grade mostrando como chegar ao tamanho de cada peça. Aqui você encontra uma lição especial sobre a utilização da grade para calculo de blocos.

Cada bloco vai medir 8 polegadas; o bloco está montado em uma grade de 4 x 4 quadradinhos, onde cada quadradinho vale 2 polegadas. Como há apenas quadrados e retângulos neste bloco, todas as peças receberão um acréscimo de 1/2 polegada para as margens de costura. Nossa lista de corte fica assim então:

Peça A:

O quadradinho mede duas polegadas; corte com 2 ½”. Tecido azul médio. 2 peças.

Peça B:

O quadradinho mede duas polegadas; corte com 2 ½”. Tecido neutro. 2 peças.

Peça C:

O quadradinho mede duas polegadas; corte com 2 ½”. Tecido azul escuro. 2 peças.

Peça D:

O retângulo mede 4 x 2; corte com 4 ½ x 2 ½”. Tecido azul estampado claro. 2 peças.

Peça E:

O retângulo mede 6 x 2; corte com 6 ½ x 2 ½”. Tecido azul estampado. 2 peças.


OBS.: Para simplificar, o esquema de cores dos blocos será sempre azul. Mas você pode - e deve! - escolher seu próprio esquema. Mas lembre-se: é importante respeitar o contraste de tons claros, médios e escuros - isso ajuda a destacar a geometria dos blocos. Para mais orientação sobre cores e tons, leia as lições "Entendo os Retalhos I, II e III", no marcador Lição de Patchwork (procure na coluna à direita).

Em seguida, acompanhe o esquema de montagem do bloco (clique para ampliar):

Este foi o primeiro bloco. Vamos sempre fazer o possível para apresentar cada bloco da melhor maneira possível, bem explicado, com ilustrações. Mas essa não é uma tarefa fácil, pois cada pessoa tem sua própria forma de aprender. Por favor, envie feedback e sugestões.

E como este pretende ser um projeto interativo, envie também sugestões de blocos - algo que você viu e gostou; não prometemos aproveitar todas as sugestões, pois os blocos precisam seguir o padrão de grade 4 x 4; mas postaremos todos os que estiverem no padrão! Fique à vontade também para enviar fotos de seus blocos prontos - assim conquistaremos mais participantes para o projeto!

Obrigada pela participação e até quarta que vem!

segunda-feira, 13 de fevereiro de 2017

LIÇÃO 10: Eu acho que vi um gansinho...!

Semana começando e a gente aqui no ateliê está com a cabeça fervilhando de ideias e planos! Esta semana vamos começar o projeto Sampler Coletivo 2017 - o primeiro bloco será revelado já já. Mas aí eu achei importante dar uma nova olhada nas lições virtuais já postadas (que ajudarão bastante as participantes), e me dei conta de que falta uma peça importante: o gansinho!

"Gansinho" é como nós carinhosamente apelidamos a tradicional peça flying geese, ou "gansos em voo". Ela tem esse nome porque, quando se alinham várias peças em sequência, tem-se a impressão de um fila de aves migrando em fila indiana:

Os gansinhos são muito, MUITO úteis: se você ficar atenta, vai reparar que muitos designs o incluem; podem aparecer como parte dos blocos principais, nas faixas divisórias ou nas bordas dos projetos. As possibilidades são incríveis! Na página do ateliê no facebook eu escrevi duas postagens sobre isso; você as encontra aqui e aqui.
Exemplo de utilização simples do "gansinho": com 4 deles, temos uma estrela!

Vamos então aprender a calcular e confeccionar os gansinhos - uma das técnicas mais fáceis, divertidas e rápidas do patchwork!

IMPORTANTE: Na Lição 7 nós ensinamos que há dois jeitos de cortar triângulos, e explicamos o motivo. Na dúvida, revise: os gansinhos usam os dois tipos de triângulos - HSs e QSs.


Agora, a notícia boa: você não vai ter de cortar triângulos e uní-los; existe um truque rapidinho para criar essas peças sem desperdício de tecido e sem ter de lidar com os ângulos. Você vai cortar apenas quadrados, e cada vez que realizar o procedimento você já obterá 4 gansinhos.

Para cada conjunto de 4 gansinhos, você precisa cortar:

  • 1 quadrado maior, que renderá o triângulo maior dos gansinhos (na ilustração acima, o triângulo branco);
  • 4 quadrados menores, que renderão os triângulos menores dos gansinhos (na ilustração acima, na cor laranja)


MAS CORTAR DE QUE TAMANHO?

Vamos lá:

Imagine que você precisa de gansinhos medindo 4 x 2 polegadas. A lição 7 nos informou que:
  • no caso de HSs, sempre acrescentamos 7/8 de polegada como margem de costura - então corte os quadrados laranja medindo 2 e 7/8;
  • no caso de QSs, sempre acrescentamos 1 1/4 de polegada como margem de costura, então corte o quadrado branco medindo 5 1/4.

RESUMINDO:


Cortar os quadrados nos seguintes tamanhos: 
- triângulo maior:  Largura desejada para a peça + 1 1/4"
- triângulos menores:  Altura desejada para a peça + 7/8”




IMPORTANTE: Lembrar que a largura do gansinho é sempre o dobro da altura (os ganinhos devem medir 1 x 2,  2 x 4, ou 3 x 6, ou 4 x 8, e assim por diante).

E a montagem é assim:



Nos quadrados menores, desenhe três linhas diagonais no avesso: uma linha na diagonal exata; a segunda linha ¼” antes; e a terceira linha ¼” depois:

Arrume dois quadrados menores, conforme ilustração abaixo, sobre o quadrado maior, direito com direito. As pontas transpassarão; prenda com alfinetes.

Costure sobre as duas linhas laterais; corte sobre a linha do meio.


Passe as margens de costura na direção dos triângulos menores (neste caso, em laranja); arrume os dois quadradinhos restantes sobre estas peças, conforme ilustração; costure e corte como no passo anterior.


Passe as margens novamente na direção dos triângulos menores; corte as orelhinhas. As peças estão prontas!

Parece mágica!

Agora eu vou compartilhar com vocês um dos melhores conselhos que já recebi em se tratando de aprender algo novo: confie! Instruções que parecem confusas tornam-se claras ao serem executadas. Comece, siga o passo-a-passo e aí tudo vai fazer sentido.*

Aprender essa técnica vai te ajudar muito na confecção de blocos para o sampler; e abaixo, mais alguns exemplos da utilidade dos gansinhos:
Gansinhos utilizados no barrado superior e nos telhados das casinhas.

A borda e os pinheiros utilizam gansinhos.

Borda feita de gansinhos multicoloridos.

Não perca na próxima quarta-feira a postagem sobre o primeiro bloco de nosso Sampler Coletivo. A cada bloco, uma nova lição. Toda semana!

Até lá!

*Li esse conselho em um dos livros da Elizabeth Zimmermann. Não sabe quem é? Vale a pena descobrir, e aqui você encontra uma postagem sobre ela. 

sexta-feira, 10 de fevereiro de 2017

PROJETO SAMPLER DA COTINHA 2017

Vamos costurar juntas? O Ateliê Baú da Cotinha convida todas as apaixonadas por patchwork – todas MESMO, de todo o Brasil! – a unirem-se a nossas alunas nesse projeto. 

Quem acompanha o blog já conhece e curte nossas lições; na virada do ano eu estava aqui pensando o que poderia oferecer de especial a nossas visitantes... aí lembrei de algo que eu sempre digo às alunas presenciais: que a confecção de um sampler é uma grande oportunidade de aprendizado! Costurando blocos diferentes regularmente, a gente aprende muitas novas possibilidades e aperfeiçoa inúmeras técnicas.


Então é isso: Vamos confeccionar um sampler ao longo do ano!



Toda semana eu vou postar aqui a receita de um bloco – acompanhada de instruções, dicas, macetes, ilustrações, etc. O desafio é que as participantes confeccionem os blocos e, no fim do projeto, transformem tudo em uma peça única; existem muitas formas diferentes de unir blocos para criar um projeto, e durante o ano eu vou postar informações sobre isso também. Mas desde já sugiro a leitura da Lição 9 aqui no blog - "Faça Diferente!"

Todos os blocos medirão 8 polegadas. Para costurá-los, você vai precisar de uma régua de patchwork em polegadas. Se nunca usou, não se preocupe: a gente ajuda! 



Sampler confeccionado pela aluna Lígia Proença; participou da exposição do Festival Nacional de Teresópolis em agosto de 2016


Cada participante poderá confeccionar os blocos no estilo que desejar: em cores variadas, ou seguindo um esquema limitado de cores, ou monocromático. Na postagem anterior eu mencionei o projeto e postei fotos com exemplos de samplers; na internet você encontra milhares de modelos para se inspirar. Ou – quem sabe – você inventará um estilo todo seu?


Sampler confeccionado pela aluna Kumiko Amagai; participou da exposição do Festival Nacional de Teresópolis em agosto de 2016

O bloco número 1 será postado já na próxima semana; o grau de dificuldade vai variar ao longo do ano, mas para começar eu vou escolher alguns mais simples – para encorajar quem tem menos experiência. O projeto não incluirá técnicas alternativas como foundation ou appliqué; trabalharemos apenas com patchwork clássico, geométrico. 

Para as participantes que não são alunas do ateliê, oferecerei um apoio especial: um grupo no whats app para esclarecer dúvidas sobre a montagem dos blocos:



Se você deseja participar, envie uma mensagem para (35) 99931-3279 e solicite sua inclusão.

Em troca, o ateliê vai pedir apenas que, no fim do projeto, cada participante envie por correio um bloco confeccionado: vamos montar um peça que será exibida em exposições e rifada em prol de uma instituição. A peça receberá uma etiqueta de tecido no verso listando o nome de todas as doadoras!



Sampler na técnica appliqué - projeto coletivo feito por diversas alunas do ateliê em 2011. A colcha foi rifada e  o valor obtido doado para uma instituição local.


‘Bora costurar? Junte-se a nós!

Até semana que vem!